Sexta-feira, 14 Junho

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luís Roberto Barroso, assinou, em evento realizado nesta quinta-feira (6), um acordo com plataformas de redes sociais para o Programa de Combate à Desinformação da Corte.

O acordo inclui o Google, YouYube, Meta, Tik Tok, Kwai e Microsoft. Segundo o STF, o objetivo é unir forças para a promoção de ações educativas e conscientes no combate aos efeitos negativos da desinformação no país.

No evento realizado, o ministro afirmou que o acordo é “republicano” e não se remete aos processos que tramitam no Supremo atualmente.

“Essa é uma parceria administrativa, para a educação midiática, para a conscientização, tanto dos nossos servidores, como da sociedade, e não tem nada a ver com nenhum processo do Supremo. Não tem nenhuma conotação jurisdicional”, disse

O ministro Barroso também ressaltou a importância do alinhamento com as redes sociais, sobre a atual situação do país com mundo midiático e destacou o problema como uma “epidemia” no Brasil.