Domingo, 26 Maio

Nesta quarta-feira (26), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu, na Espanha, que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) seja julgado em um tribunal internacional por uma “chacina” ocorrida no Brasil durante a pandemia da Covid-19.

As declarações foram dadas após reunião com o primeiro-ministro da Espanha no Palácio Moncloa, sede do governo espanhol.

O petista disse que Bolsonaro é responsável por pelo menos metade das mais de 700 mil mortes no Brasil durante a pandemia.

De acordo com Lula, Bolsonaro deverá ser responsabilizado por não ter comprado a vacina contra a Covid rapidamente e por ter defendido a cloroquina como remédio contra o vírus.

“Esse homem um dia vai ter que ser julgado num tribunal internacional por uma chacina que aconteceu”, afirmou Lula.