Domingo, 26 Maio

O governador de Roraima, Antonio Denarium, coleciona três pedidos de impeachment que foram protocolados na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-RR). Os pedidos são baseados na crise humanitária dos Yanomamis e suspeitas de fraudes em contratos.

Nesta semana, o advogado especialista em Direito Público Legislativo, Marco Vicenzo Júnior, entrou com denúncia na Procuradoria de Justiça do Estado de Roraima, por improbidade administrativa contra o governador Antonio Denarium.

O pedido solicita a perda do mandato e a inabilitação para função pública pelo período de cinco anos. O documento denuncia o mal uso da máquina pública, abuso de poder político e econômico, desprezo com o povo yanomami, e também, os contratos firmados pela Secretaria de Saúde (Sesau), administrada por Cecília Lorenzon e com a Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), administrada por Tânia Soares, cunhada do governador.

Veja a reportagem completa: