Quarta-feira, 29 Maio

Em 2023 não vai faltar alimentação para alunos de Urucará, pelo menos é o que consta em 7 contratos sobre compra de alimentos para merenda escolar totalizando R$ 3.413.858,00 (três milhões, quatrocentos e treze mil oitocentos e cinquenta e oito reais e cinquenta centavos).

A validade dos preços registrados é de 12 meses. Os vencedores passaram por processo licitatório, com o pregão presencial de nº 003/2023, assinado pelo prefeito Enrico de Souza Falabella.

Confira as empresas vencedoras e o valor total que cada uma irá receber da prefeitura de Urucará:

1) Galdino de Souza Marinho – R$ 448.900,00 (quatrocentos e quarenta e oito mil novecentos reais);

2) Super Econômico Comércio de Gêneros Alimentícios e Utilidades Domésticas Eireliepp – R$ 676.148,00 (seiscentos e setenta e seis mil cento e quarenta e oito reais);

3) O. Fontenelle – R$ 1.036.500,00 (um milhão trinta e seis mil e quinhentos reais);

4) Juliane Pereira da Silva R$ 380.119,00 (trezentos e oitenta mil cento e dezenove reais);

 5) R M da S. Andrade R$ 217.500,00 (duzentos e dezessete mil quinhentos reais),

6) M. Thris C. Rodrigues R$ 209.925,00 (duzentos e nove mil novecentos e vinte e cinco reais);

7) M A Coutinho Roque & Cia Ltda – R$ 444.766,50 (quatrocentos e quarenta e quatro mil setecentos e sessenta e seis reais e cinquenta centavos).

O município fica localizado a 260 quilômetros de Manaus, com 16.000 habitantes e cerca de 3 mil alunos no ensino municipal. 

A quantia que o Governo Federal repassa a estados e municípios para a merenda escolar varia. São R$ 0,36 por dia para cada estudante do ensino fundamental e médio; R$ 0,53 por dia para os alunos da pré-escola; e R$ 1,07 para os alunos em creches ou no ensino integral.