Sexta-feira, 14 Junho

Manaus – Na noite desta quarta-feira (22), na arena da Amazônia ocorreu a partida entre Flamengo e Amazonas FC, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, com preço alto o estádio contou com apenas 22.948 presentes e somente 12.771 pagantes.

No geral, a arquibancada da arena da Amazônia recebeu pouco mais da metade de sua capacidade que é de 44.300 pessoas e apenas 28% delas pagaram ingressos que resultou em R$ 2.655.100,00 de renda, mesmo com estádio vazio.

Os preços exorbitantes dos ingressos para a partida foi alvo de críticas desde o início das vendas, em 23 de abril. Os valores das entradas de inteira partiram de R$ 300 até R$ 1.500. No site de vendas (achetickets.com.br), os preços ainda recebiam acréscimo da taxa de serviço e ficavam entre R$ 345 e R$ 1.745.

Na segunda-feira (21), o clube do Amazonas FC, postou nas redes sociais que apenas um setor de arquibancada estava com ingressos esgotados, de 10 seções disponíveis. No mesmo dia, o clube chegou a comunicar, que 30 mil ingressos foram emitidos para a partida.

Mas a quem interessa ter o estádio vazio em um jogo como esse?

Órgãos Públicos solicitaram redução de preços nos ingressos para o jogo

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), entrou com uma Ação Civil Pública (ACP) na Justiça Estadual pedindo a redução de 30% dos valores de ingressos para o jogo entre Amazonas e Flamengo, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Além da Defensoria Pública, o Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas (Procon-AM) também emitiu notificação ao Amazonas devido aos valores cobrados nos ingressos.

Nas notificações, foram solicitados esclarecimentos ao Amazonas sobre a política de preços adotada para o jogo em questão, assim como informações detalhadas sobre a entrega dos ingressos, especialmente em relação ao direito à gratuidade para pessoas com deficiência (PcD), meia-entrada e demais benefícios previstos em lei. 

Preços abusivos de ingressos

De acordo com a ação civil, o Amazonas FC iniciou a comercialização dos ingressos, por meio da plataforma Ache Tickets, de maneira abusiva.

O documento aponta que o valor do ingresso para arquibancada mais caro R$ 400 está bem acima da média de R$ 229,33 praticada nos últimos jogos realizados em Manaus que envolveram grandes times do futebol brasileiro como Vasco, Santos e Flamengo.

Segundo informações da Defensoria: O clube mandante do jogo, no caso o Amazonas FC, tem o direito de estabelecer os valores dos ingressos. “Todavia, considerando que nenhum direito e/ou princípio é absoluto, recebendo, cada um deles, legítimas limitações decorrentes da conveniência com outros, nos limites da liberdade consentida, a Defensoria Pública entende que a conduta dos requeridos se enquadra como prática abusiva, na forma do artigo 39, X, do Código de Defesa do Consumidor, razão pela qual se propõe a presente Ação Civil Pública a fim de se verem resguardados os direitos dos consumidores”, ressalta.

Leia mais: Defensoria Pública do AM empossa nova gestão nesta sexta-feira

Justiça nega pedidos solicitados e mantém preços

No dia 6, deste mês, o juiz George Hamilton Lins Barroso, rejeitou o pedido da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) para reduzir em 30% os valores dos ingressos para a partida, que foram considerados abusivos.

O juiz afirmou ainda que “os fatos são controversos” e só poderiam ser “melhor analisados sob o contraditório”. George Hamilton Barroso concedeu 15 dias para que o clube contestasse as alegações da Defensoria para, então, tomar uma decisão.

Segundo informações, a Justiça não conseguiu localizar a diretoria do Amazonas FC para discutir sobre os altos preços dos ingressos e por essa razão os valores permaneceram inalterados.

Leia o documento com a decisão:

Fiasco de público e pior número de pagantes

O Portal do Alex Braga, procurou por especialista em esporte, que nos informou que: “Era uma oportunidade única de encher o estádio e dar um ânimo a mais para a onça-pintada, se os ingressos tivessem sido mais baratos”, informou o especialista César Pereira.

PAB: Como especialista, você acredita que o jogo de ontem foi um fiasco? Em relação a quantidade de pessoas presentes e o valor cobrado nos ingressos?

Realmente foi um pecado ter um jogo dessa dimensão com tão pouca gente nas arquibancadas. Futebol é um esporte do povo. Trazer times da elite nacional não deveria servir de pretexto pra elitizar o esporte. Era uma oportunidade única de encher o estádio e dar um ânimo a mais para a onça-pintada. A torcida conta muito em jogos assim. Se os ingressos tivessem sido mais baratos, teríamos torcidas maiores nos dois lados. Seria um espetáculo, um show a parte. A torcida amazonense é muito apaixonada. A rubro-negra nem se fale. Infelizmente o Amazonas foi eliminado e o amazonense comum sequer pôde contribuir com seus gritos de apoio para empurrar o time“, explicou Caio sobre o quantitativo de pessoas nas arquibancadas.

PAB: O que você achou do jogo em si? Amazonas poderia ter levado um melhor rendimento?

“Sobre a atuação do clube não há do que se queixar. Jogaram o jogo, foram pra cima, não se intimidaram. Houve muita maturidade, ousadia e garra por parte do Amazonas. O jogo foi definido no detalhe. Flamengo por si só é superior, mas o Amazonas mostrou que tem corpo e potencial pra enfrentar os grandes do futebol, vide a vitória sobre o Santos pela Série B do brasileirão e duas derrotas por apenas 1×0 para o Flamengo. O time deve se orgulhar do que fez. Já a diretoria, em relação aos ingressos, deveria ter vergonha” explanou César,

Reclamações de preços abusivos nos produtos

O Portal Alex Braga, teve conhecimento por parte de pessoas que estiveram prestigiando o jogo do Amazonas x Flamengo e relataram que os preços eram totalmente abusivos.

Segundo as informações repassadas, os valores de água eram de R$ 5 e R$ 6, pacote de pipoca R$ 12, picolé R$ 10 e refrigerante a R$ 10.

Preços totalmente fora do comum que consumimos no dia-a-dia.

Fim de jogo para o Amazonas

Fim de jogo para o Amazonas  à Copa do Brasil. o time perdeu por 1 a 0 para o Flamengo no jogo da volta, e se despediu da competição em sua primeira participação no torneio.

Pedro marcou o gol rubro-negro que colocou os comandados de Tite nas oitavas de final.

A Onça-pintada agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro da Série B, onde enfrenta o Mirassol-SP, na terça-feira (28), em Manaus. 

Sem respostas

Nossa equipe entrou em contato com CEO do Amazonas FC para tentar obter mais informações sobre o jogo de ontem, mas até o momento da publicação dessa matéria, não houve retorno.