Quarta-feira, 29 Maio

O Ministério Público do estado do Amazonas (MP-AM) abriu um inquérito de investigação sobre uma possível omissão por parte da prefeitura de Barcelos a respeito da falta de transporte escolar a ribeirinhos.

Documentos oficiais a respeito da abertura de inquérito podem ser encontrados na edição do Diário Oficial Eletrônico do órgão, publicado nessa quarta-feira (24).

Ainda de acordo com os documentos, a falta de transporte público teria atingido diretamente adolescentes da comunidade indígena Cumaru.

“O presente Inquérito Civil, decorrente de Procedimento Preparatório, tendo como objeto: “apurar os danos causados às crianças e adolescentes da Comunidade Cumaru por omissão/negligência na prestação de transporte escolar por parte da Secretaria Municipal de Educação, permitindo acesso destas a educação básica nos estabelecimentos da Rede Pública”, cita peça.

Veja inquérito na integra