Quarta-feira, 29 Maio

O Ministério Público do Estado do Amazonas instaurou procedimento de investigação contra o parque aquático Hope Bay Park, localizado no Tarumã-Açu, na zona Oeste, no dia 17 deste mês.

O motivo do Inquérito Civil é uma provável prática suposta pratica abusiva de venda casada (cartão para uso interno do estabelecimento e consumo), e ainda, possível descumprimento da lei do troco, quanto a não devolução do valor não utilizado no cartão, na saída.

A ação foi realizada pela 51ª Promotoria de Justiça de Manaus, através da Promotora de Justiça Sheyla Andrade dos Santos. O I.C foi divulgado na edição desta segunda-feira (22) d Diário Oficial do MPAM.

Essa não é a primeira vez que o Parque Aquático entra na mira de órgãos fiscalizadores. Em 2019 o local foi alvo de investigação do Procon Manaus, que instaurou procedimento administrativo contra o Hope Bay sobre uma provável violação do Código de Defesa do Consumidor (CDC) pela empresa após veiculação de suposta publicidade enganosa em página de internet da empresa e na rede social Facebook, onde era oferecido uma oferta de um plano familiar para seis pessoas por R$ 46 mensais (sendo a sexta pessoa isenta), que na verdade era o valor individual para cada consumidor do plano, totalizando R$ 230 mensais pela adesão.