Terça-feira, 28 Maio

O deputado federal Kim Kataguiri ajuizou ação popular contra a nomeação das esposas de agentes públicos em cargos vitalícios nos Tribunais de Contas de Estado (TCEs). A denúncia é contra a primeira-dama Simone Denarium, esposa do governador de Roraima, Antonio Denarium, e outras quatro esposas.

Além de Simone Denarium, a ação também é contra a mulher do governador do Pará, Helder Barbalho, e dos ministros do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, dos Transportes, Renan Filho, e do Desenvolvimento Regional, Walder Góes. A denúncia foi protocolada nesta sexta-feira (26).

Todas as cinco foram recentemente nomeadas conselheiras do TCEs, onde os salários variam entre R$ 35,4 mil a R$ 62,5 mil com os benefícios. O processo movido pelo deputado Kim pede a anulação dos atos de nomeação de todas as esposas de autoridades.

Veja o nome das esposas que contêm no pedido de anulações:

Rejane Dias, esposa de Dias, no TCE-PI; Renata Calheiros, mulher de Renan Filho, no TCE-AL; Marília Góes, companheira de Góes, no TCE-AP; Simone Souza, esposa de Denarium, no TCE-RR; e Daniela Barbalho, mulher de Jader, no TCE-PA.