Terça-feira, 28 Maio

Paciente enfrenta há 11 anos, feridas na pele, provocadas pelas escaras e muitas dores, denuncia o abandono da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), administrada por Cecília Lorenzon. O homem de 43 anos, luta para voltar a ter uma vida normal, mas até os medicamentos e produtos para curativos foram suspensos pelo Estado. 

A lista de medicamentos e produtos serve para aliviar a dor e para realizar os curativos, na tentativa de diminuir a ferida. A esposa do paciente, Aldilene Ferreira, fala sobre a necessidade dos itens que foram suspensos pela Secretaria de Saúde.

“São muitas escaras que trazem muito sofrimento e muita dor, nós precisamos da pomada, porque utilizamos um tubo por dia pelo número grande de feridas, na farmácia, um tubo custa em média de R$ 90 a R$ 100”, explicou.

Albino Souza, de 43 anos, após um acidente de trabalho ficou dependente de uma cadeira de rodas, o que piorou o quadro. “Não sou enfermeira, mas hoje aprendi a fazer porque na necessidade, a gente tem que aprender”, disse a esposa.

Ainda segundo a família, o homem já está em quadro depressivo, por causa do seu quadro debilitado que não é resolvido pela Sesau. Uma cirurgia plástica reparatória pode auxiliar nessa recuperação.

“A cirurgia plástica pode ajudar e ainda evitar a infecção no osso. Nós ingressamos na Defensoria Pública do Estado, porque estamos esperando que o procedimento seja feito pelo Governo de Roraima, ou pelo menos, resolvido, e há mais de 10 anos nada, como uma pessoa vive assim?”, questiona a esposa.

Sem respostas da Secretaria de Saúde e do Governo de Roraima para resolver a situação, o paciente e a esposa denunciam a falta de assistência do Poder Público. Em um apelo, a esposa pede que a população ajude a família, doando a pomada utilizada nos curativos.

“Nós precisamos dessa pomada para fazer os curativos, porque sem ela, as feridas podem crescer ainda mais e ele sofre cada vez mais com dor. Então pedimos, para quem tiver em casa e quiser doar, nós estamos necessitando dessa ajuda”, finalizou.

A pomada utilizada diariamente pelo paciente é a Hidrogel com Alginato, específica para o tratamento de feridas. No curativo, é utilizado um tubo pelo grande número de feridas pelo corpo.

Veja a reportagem completa do Sem Mordaça na TV Band Roraima: