Terça-feira, 28 Maio

No final de semana, a Maternidade Nossa Senhora de Nazareth, mais conhecida como “Maternidade de Lona”, ficou embaixo d’água com as fortes chuvas. O aluguel da estrutura custa R$ 13 milhões aos cofres da Secretaria de Saúde de Roraima (Sesau) que também gasta mais de R$ 20 milhões com a reforma da unidade de saúde, que ainda não foi concluída.

Nas redes sociais, circularam vídeos e fotos mostrando a dura realidade dentro da principal maternidade de Boa Vista. “Cadê você Antonio Denarium, está no seu conforto, né?”, diz uma mulher que está gravando o vídeo. “Cadê os deputados, os vereadores?”, continua questionando. 

A “Maternidade de Lona” é o principal foco de denúncia de gestantes e mães de recém-nascidos que não recebem o atendimento de qualidade e conforme determina a Lei. Em um dos casos que viralizou, uma gestante acabou dando a luz, na própria recepção da unidade, após aguardar mais de horas por atendimento.

A Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa de Roraima esteve em vistoria na Maternidade Nossa Senhora de Nazareth, onde foram constatadas inúmeras irregularidades.

De acordo com o deputado estadual, Dr. Cláudio Cirurgião, foram verificadas falhas na infraestrutura. “Nós vimos diversas fragilidades, principalmente na infraestrutura, abastecimento de alguns medicamentos e tudo será incluído no nosso relatório que será levado até o governador Antonio Denarium e compartilhado com os demais deputados para garantir o atendimento mais digno possível”, disse.A secretária Cecília Lorenzon terá que se explicar à Assembleia Legislativa de Roraima, a respeito das informações de mais de 60 processos licitatórios da Secretaria de Saúde (Sesau) com suspeitas de irregularidades.

Além disso, a secretária Cecília Lorenzon quer nova licitação de R$ 104 milhões para contratar mais reformas para a saúde.