Domingo, 26 Maio

O advogado Marco Vicenzo encaminhou os possíveis crimes contra administração pública cometidos pelo governador Antonio Denarium na Delegacia de Combate à Corrupção. Na semana passada, outra denúncia foi encaminhada ao Procurador Geral de Justiça (PGJ).

A Delegada Magnólia Soares, titular da Delegacia De Repressão aos Crimes Contra Administração Pública pela Divisão Especial De Combate à Corrupção, receberá a Notícia Crime, que aponta as negligências cometidas pelo governador Antonio Denarium.

Em 2019, o governador Antonio Denarium sancionou a Lei n. 1.357/2019, que institui o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Estado de Roraima (SISPDS), a Política Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (PESPDS) e o Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Estado de Roraima (CONSESPDS) e dá outras providências.

No dia 11 de setembro, foi implantada a Divisão Especial de Combate à Corrupção (Decor), na estrutura da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública (DRCAP).

De acordo com o advogado Marco Vicenzo, após o encaminhamento da Notícia Crime, passa a ser uma demanda da Delegacia. “Intuito de trazer ao conhecimento da autoridade competente em sua devida jurisdição prezando pela garantia da verdade real e colaborando com as instituições de todos os poderes, motivo pelo qual, junta ainda, no decorrer da tramitação deste procedimento, provas e denúncias que por ventura vierem a surgir gerando fato novo sobre o mesmo objeto e/ou causa”, consta.

A Notícia Crime narra os atos de improbidade administrativa cometidos por Antonio Denarium, e solicita que os mesmos sejam investigados pelos policiais civis.

“O estado de Roraima tem sido acometido por uma situação de calamidade extrema, e não se configura como ato isolado de anormalidade, mas resultado de uma série de fatores e erros de gestão e de crimes perpetrados pelo Poder Executivo local”, consta.

Marco Vicenzo ressalta ainda que “Os detentores do poder de decisão, capitaneados pelo Governador Antônio Denarium, desde o princípio dos recorrentes escândalos de corrupção e abuso de poder, agem com total desprezo pela população, transformando uma situação já preocupante em um verdadeiro desastre social e humanitário”, explica.

As denúncias expostas são várias, como o caos na saúde pública de Roraima, em especial o descaso com o povo indígena Yanomami, as inúmeras mortes de bebês na Maternidade Nossa Senhora de Nazareth, conhecida como “maternidade de lona”, e os diversos contratos suspeitos realizados pela Secretaria de Saúde (Sesau), administrada por Cecília Lorenzon.

Justiça

Na semana passada, o Ministério Público do Estado de Roraima (MP-RR) protocolou a denúncia de improbidade administrativa do advogado Marco Vicenzo contra o governador Antonio Denarium e encaminhou ao Procurador Geral de Justiça (PGJ). Os crimes citados no documento são o descaso com a saúde, racismo, e violação de direitos na tragédia dos Yanomamis.

De acordo com o documento SEI 19.26.1000000.0003888/2023-85, a denúncia foi encaminhada ao Procurador Geral de Justiça (PGR). Desta forma, o documento já está nas mãos do Procurador-Geral de Justiça de Roraima Fábio Bastos Stica, que irá analisar todo o processo.

Veja a reportagem completa do Sem Mordaça: