Terça-feira, 28 Maio

O novo superintendente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Bosco Saraiva, concedeu entrevista à imprensa na manhã desta terça-feira (25), na sede da autarquia na zona sul de Manaus. Bosco falou que está muito honrado em assumir o cargo e deve priorizar a retomada do CBA.

Durante a coletiva, o novo superintendente explicou que sua indicação veio da votação da bancada e que já conversou com o vice-presidente e ministro do desenvolvimento, Geraldo Alckim, sobre a atuação da Suframa.

“A nossa bancada é uma bancada fortíssima. Eu fiquei muito honrado em ter meu nome unânime. Sem meu conhecimento, eles votaram meu nome e indicaram”, declarou.

“ O vice-presidente Geraldo Alckmin esteve aqui na abertura dos trabalhos e deixou muito claro a posição do governo federal em relação a Suframa e à Amazônia. Nós temos muitas missões a cumprir nesse sentido e é exatamente aquilo que o ministro falou, o momento é importante para o Brasil”. (…) “São três itens básicos da nossa gestão, o resto é rotina e os funcionários da Suframa sabem fazer muito bem, eles tem os sistemas já implantados”, afirmou Bosco.

Bosco declarou ainda que deve levar as ações da Suframa para o interior, com esclarecimentos sobre os incentivos oferecidos pela autarquia e também disseminar o debate da reforma tributária dentro das universidades para envolver a sociedade na questão.

Ele reforçou as ações da bancada amazonense em Brasília no trato com a reforça tributária e o compromisso do governo Lula com a Zona Franca de Manaus.

“A bancada do Amazonas sempre se configurou como uma bancada muito forte, muito lutadora e muito brava, visto os últimos quatro anos com as atribulações que passamos e conseguimos vencer preservando esta autarquia e preservando o oxigênio financeiro e econômico da nossa região, que são os nossos incentivos. Vamos aguardar o texto chegar. Eu tenho muita fé e certeza porque é um compromisso do governo lula com relação a manutenção da zona franca de Manaus”, disse.

Ainda durante coletiva à imprensa, Bosco declarou os esforços para o funcionamento do Centro de Biotecnologia do Amazonas (CBA).

“ O CBA é um sonho e deve se tornar realidade nos próximos dias. A licitação está realizada. Na conversa com o vice-presidente Geraldo Alckmim, eu externei a ele minha alegria em visita ao CBA, porque ali que reside o futuro do nosso estado, da nossa região. Há 20 anos eu esperava por esse momento e eu tenho a graça de poder estar aqui. A gente poder começar a desenvolver a nossas inteligências, as nossas potencialidades, para transformar naquilo que é produto do futuro. Eu tenho muita fé que a próxima geração vai poder usufruir dos resultados das pesquisas. É o que mais me anima, é o funcionamento do CBA”, declarou o novo superintendente.

A partir desta terça-feira (25), Bosco prometeu cumprir uma agenda de aproximação com todos os setores da sociedade.