Quarta-feira, 29 Maio

Vereador Sassá da Construção Civil, apresentou nesta terça-feira (7), um Requerimento para a criação de uma Frente Parlamentar na Câmara Municipal de Manaus. Para acompanhar o movimento da população que manifesta contrária aos medidores aéreos da Amazonas Energia.

O parlamentar tem apoiado a mobilização popular contra a instalação dos equipamentos. Na última sexta-feira ele esteve presente no Dom Pedro, quando os moradores foram pra rua impedir o avanço dos veículos da concessionária. Ontem, segunda-feira, o vereador Sassá esteve no Conjunto Ajuricaba, onde ouviu os relatos dos moradores. A maioria idosos e mulheres que têm desconfiança sobre o novo sistema.

A ideia do parlamentar é garantir os protestos sejam pacíficos, sem uso de violência. Apenas para dar o recado para a Amazonas Energia. Que quem manda na cidade é o povo e o povo não quer os medidores por vários motivos.

“Além de haver a desconfiança sobre o aumento inexplicável no valor da fatura, sem que o morador tenham aumentado o consumo, também há a questão que estes equipamentos deixam a cidade ainda mais poluída visualmente, já não basta um emaranhado de fios que ficam suspensos sobre as nossas cabeças? É sobre isso que nós vamos discutir ainda essa semana na Câmara, através do projeto de lei que já está em tramitação na CCJ, que é do presidente Caio André e eu assino embaixo, e tenho certeza que terá apoio da maioria no plenário para proibir esse modelo de medidor.” Concluiu Sassá.

Os novos modelos começaram a ser instalados no bairro Parque Dez, zona Centro-Sul de Manaus, em 26 de novembro de 2021. Em janeiro de 2022 a concessionária expandiu a implantação para a zona norte de Manaus. Quando começaram os protestos da população que estão ganhando cada dia mais força e pode acabar saindo do controle se não houver a presença dos representantes do povo.