Terça-feira, 28 Maio

O Ministério Público do Amazonas, instaurou Inquérito Civil a Amazonas Energia, requerendo que a empresa divulgue e preste os devidos esclarecimentos à população sobre o funcionamento dos medidores, formas de fiscalização e possíveis melhorias e transparência sobre o que está sendo cobrado.

O MPAM, por meio da 51º Promotoria de Justiça e da 81ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Consumidor, promoveu na sede do órgão, na manhã desta segunda-feira (27) reunião técnica com a concessionária, para esclarecimentos da instalação e troca de medidores de energia que realizam leitura e faturamento em dobro do efetivamente consumido em cada residência.

Após esclarecimentos da Amazonas Energia o MPAM realizará visita técnica nas instalações da empresa para verificar o funcionamento do monitoramento do consumo e cobrança de energia elétrica, bem como todas as informações pertinentes para a evolução da investigação.