Terça-feira, 28 Maio

 A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal discute nesta terça-feira (28) reforço no esquema de segurança da capital devido ao retorno do ex-presidente Jair Bolsonaro ao Brasil, previsto para esta quinta-feira (30). A pasta vai discutir a possibilidade de fechar a Esplanada dos Ministérios e outras vias da capital e aumentar o efetivo policial.

Depois de três meses nos Estados Unidos, ex-presidente Jair Bolsonaro deve desembarcar em Brasília na quinta-feira (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)

O ex-presidente está nos Estados Unidos desde o final de dezembro e teve seu retorno ao Brasil confirmado em entrevistas e também pelo seu partido, o PL. Bolsonaro deve desembarcar no aeroporto internacional de Brasília por volta das 7h30 de quinta-feira.

Apesar de não haver uma recepção confirmada de apoiadores ao ex-presidente, a secretaria trabalha com a possibilidade de que haja aglomeração no aeroporto e nas vias por onde o ex-presidente passar.

Atos de 8 de janeiro

O reforço na segurança passou a ser uma preocupação do governo do DF em razão da invasão do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Palácio do Planalto em 8 de janeiro por extremistas apoiadores do ex-presidente.

No início do mês, em entrevista à rede de televisão norte-americana NBC, o ex-presidente saiu em defesa das investigações dos atos de 8 de janeiro. “Eu não era presidente e estava fora do Brasil. Queremos apurar o ocorrido, onde [sic] o atual presidente não quer apurar. Estamos lutando por investigações”, completou.

Fonte: D24am