Terça-feira, 28 Maio

A Polícia Civil do Amazonas cumpriu ordem judicial de busca e apreensão nesta terça-feira (21) na Câmara Municipal de Tabatinga. O alvo da operação foi o Presidente da casa legislativa, Vereador e Paulo Bardales.

O parlamentar é genro do prefeito do município de Tabatinga Saul Bemerguy.

A ação teve o apoio da Polícia Militar e faz parte de investigação do Ministério Público Estadual-MPE, sobre eventual uso de tráfico de influência, manobras políticas diversas e abuso de poder econômico e político com o objetivo de permanência em um terceiro mandato consecutivo da presidência daquela Casa Legislativa.

A ação teve início após o Ministério Público Estadual solicitar informações da presidência da Câmara Municipal para esclarecimentos de denúncia originada por outros vereadores e não ter sido respondida ou atendida em sua integralidade, a exemplo de documentos, áudios e vídeos de sessões plenárias e demais solicitações sequer respondidas, em flagrante de desobediência às insistentes solicitações do MPE.

Na última segunda-feira (20) a Câmara de Tabatinga recebeu a visita, da Ministra Presidente do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, da Presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Desembargadora Nélia Caminha, da Vice-Presidente Joana Meirelles e do Governador do Estado, Wilson Lima.

Durante a sessão especial ocorreu o agraciamento com o título de Cidadã tabatinguense em sessão solene conduzida pelo Presidente Bardales, à Ministra do STF Rosa Weber e Desembargadora Nelia Caminha, Presidente do TJAM e Desembargadora Joana Meirelles, Vice-Presidente do TJAM.

O Vereador Paulo Bardales que conquistou o 3º mandato consecutivo como presidente da Câmara Municipal de Tabatinga, já foi flagrado durante a campanha eleitoral no aeroporto com dinheiro e santinhos. O político coleciona denúncias como contas irregulares e multas decretadas pelo Tribunal de Contas (TCE-AM).