Terça-feira, 28 Maio

O Governo de Roraima por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), administrada por Cecília Lorenzoni, decidiu cancelar a renovação do contrato para serviço de manutenção com uma empresa de Boa Vista e contratar uma empresa do Pará que cobra até 20 vezes mais pelo mesmo serviço.

Em outubro do ano passado, a FEMAX SERVIÇOS E COMÉRCIO EIRELI, que atuava na manutenção preventiva e corretiva de equipamentos médicos hospitalares, emitiu um ofício para a Sesau solicitando a prorrogação do contrato, informando que “considerando que a empresa vem trabalhando com o valor bem abaixo do mercado, que é bem mais vantajoso para o Estado, assegurando e promovendo economia nos processos de trabalho e melhoria nos resultados.

Na resposta ao ofício enviado, a Sesau informou o cancelamento do contrato terceirizado com a “Informamos que essa Secretaria de Estado de Roraima, não tem interesse em fazer a prorrogação do Contrato 473/2021”.

No mesmo mês, a Sesau por meio do Ofício nº 862, foi iniciado o processo de para realizar uma Adesão de Ata com uma empresa no estado do Pará. De acordo com os documentos, o contrato é para “empresa especializada em realizar manutenções preventivas e corretivas com reposição de peças, acessórios e periféricos dos equipamentos médicos hospitalares das unidades de saúde que compõem a rede de urgência e emergência da capital”, consta.

Segundo consta, é solicitado autorização para elaboração do Estudo Técnico Preliminar (ETP) para “Adesão de Ata à Registro de Preço nº 56/2022/FMS do PE SRP Nº 60/2022/FMS do processo administrativo nº 2022/6/4351, na modalidade CARONA, oriunda da Prefeitura Municipal de Castanhal/PA cujo objeto é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de assistência técnica para manutenção preventiva e corretiva com fornecimento de peças e acessórios incluídos, de equipamentos hospitalares, laboratoriais e odontológicos, instalados nas Unidades de Saúde da Capital e Interior do Estado de Roraima”.