Quarta-feira, 24 Julho

A Polícia Federal pede o arquivamento de inquérito do ataque, ao então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro em 2018. O pedido é feito após a PF concluir que o crime não houve mandante.

O ataque feito com uma faca, por Adélio Bispo de Oliveira, no dia 6 de setembro. Após investigações sobre possíveis mandantes do crime, em maio de 2020, não teve o envolvimento de outras pessoas no ataque.

Segundo laudo médico o autor do crime tem transtorno delirante e representa perigo à sociedade, por conta disso, está internado no presídio federal de Campo Grande desde 2018. Adélio foi absolvido da sentença sob a figura jurídica de “absolvição imprópria”, que ocorre quando o réu não pode ser condenado.