Quinta-feira, 25 Julho

A prefeitura de Rorainópolis, segundo maior colégio eleitoral de Roraima, entra na mira do Ministério Público do Estado de Roraima, após abertura de Inquérito Civil que apura irregularidade ambiental, em razão de obra de tratamento de esgoto sanitário às margens de um igarapé.

O I.C de nº 004/2023 também vai investigar conduta do prefeito Leandro Pereira, e se o local é uma área de preservação ambiental, conforme denúncias direcionadas ao órgão ministerial.

A ação foi realizada através da Promotoria de Justiça da Comarca de Rorainópolis, através do Promotor de Justiça André Bagatin.

Em 2021 o prefeito e apoiador do governador Antonio Denarium, foi condenado pela Justiça Estadual por improbidade administrativa. O gestor foi acusado pelo Ministério Público de Roraima (MPRR) de utilizar-se de “publicidade com dinheiro público em proveito próprio, além de locupletar-se ilicitamente com a propaganda pessoal, gerando prejuízo ao erário”.