Terça-feira, 28 Maio

 Seguindo o exemplo do advogado Marco Vicenzo, mais três juristas pedem o indeferimento da candidatura de Simone Denarium o cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Roraima (TCE-RR).

Os advogados Jorge Mario Peixoto de Oliveira, Jhonatan do Carmo Rodrigues e Manoel Leocádio de Menezes, protocolaram pedidos diferentes mas no mesmo sentido de cancelar o pedido e indicação do governador Antonio Denarium em favor de sua esposa Simone Soares de Souza.

Dentre as constatações dos juristas estão a não comprovação de mais de dez anos de exercício de função ou efetiva atividade profissional exigida pelo edital, e não demonstrou notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública e nem o exercício na administração pública em uma década.

Em comum os documentos sustentam que a indicação ofende o entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre nepotismo, de que a nomeação de cônjuge viola a Constituição Federal. Segundo a Constituição do Estado de Roraima, cabe ao governador nomear conselheiros do TCE-RR.

A divulgação do nome de Simone foi revelada na última sexta-feira (3) após a criação da Comissão Especial Externa na ALE-RR, criada para a escolha do novo Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.