Quarta-feira, 29 Maio

O ex-presidente Jair Bolsonaro depôs durante pouco mais de três horas na sede da Polícia Federal, em Brasília, para falar sobre o caso sobre as joias recebidas do governo da Arábia Saudita. Bolsonaro chegou por volta de 14h32 e saiu às 17h40 desta quarta-feira (5). Ele não falou com a imprensa nem na chegada nem na saída.

Bolsonaro seria questionado sobre as joias não declaradas que, como presidente, ganhou do governo saudita. Inclusive, o terceiro estojo foi devolvido pela defesa dele nesta terça-feira (4) a uma agência da Caixa Econômica Federal.

Entre os itens de luxo estão um relógio Rolex cravejado de diamantes, estimado em mais de R$ 360 mil, uma caneta com pedras preciosas e um par de abotoaduras. O segundo estojo foi entregue na semana passada.

Jair Bolsonaro negou irregularidades e afirmou que os objetos foram cadastrados no acervo da Presidência da República.

O primeiro estojo tinha um conjunto de joias femininas – avaliado em R$ 16 milhões – que foi apreendido pela Receita Federal em 2021, no aeroporto de Guarulhos. Depois disso, houve várias tentativas para liberar o estojo. A PF investiga um possível envolvimento do ex-presidente nessas operações de resgate, que acabaram frustradas.