Quinta-feira, 25 Julho

Em dezembro de 2022, a secretária de saúde Cecília Lorenzon decidiu realizar um chamamento público para operacionalização e gerenciamento nas ações em serviços de saúde para o Hospital Geral de Roraima.

Na época, o valor a ser pago à empresa contratada era de R$ 361 milhões. Porém, no dia 28 do mesmo mês, a secretaria Cecília Lorenzon resolveu suspender o chamamento público após denúncias do Sem Mordaça, conforme o documento foi publicado no Diário Oficial do Estado a justificativa é para que sejam atendidas recomendações.

Em 2023, no dia 12 de janeiro, Cecília foi autorizada pelo Conselho Estadual de Saúde a continuar com o chamamento público para a contratação de uma empresa para prestar o serviço.

Segundo o documento, as empresas interessadas em realizar os serviços terceirizados no HGR, podem participar da concorrência. 

HGR

O Portal Alex Braga denunciou que a secretária Cecília Lorenzon continua contratando empresa que possui péssimas condições de armazenamento e preparo dos alimentos servidos para pacientes, funcionários e acompanhantes. Em fotos divulgadas, é possível ver larvas, unhas postiças e até grampos de cabelo nas refeições.

Fotos divulgadas pelo Roraima, mostram a denúncia de pacientes e funcionários que inconformados com a situação insalubre, registraram a presença de larvas nas refeições. Em algumas, é possível ver fio de cabelo, unha postiça e até um ferro, de grampo de cabelo.

Em novembro de 2022, a Sesau emitiu o Memorando nº 112/2022, para anunciar ao médico Rafaell Azevedo Nascimento, a realização de uma visita técnica da Vigilância Sanitária que iria verificar a cozinha da empresa MEIO DIA REFEIÇÕES.