Quarta-feira, 29 Maio

O empresário Wilson Fernando Basso, que já foi preso em uma operação da Polícia Federal, marido da secretária de saúde Cecília Lorenzon, foi denunciado por ameaçar a vida do irmão de uma paciente. Segundo a vítima, Wilson não gostou de ver reportagens denunciando a má conduta da saúde pública de Roraima.

Com exclusividade, o Portal Alex Braga e o Sem Mordaça da TV Band, tiveram acesso ao Boletim de Ocorrência (BO) realizado pela vítima que foi ameaçada de morte por Wilson Basso.

A vítima, William Fernandes, registrou a denúncia no 1º Distrito Policial em Boa Vista, Roraima. De acordo com o histórico, William cobrou a realização da cirurgia de sua irmã, Vitória, que está internada na UTI, e também, denunciou o descaso que está a saúde do estado de Roraima.

“Wilson foi até a residência do comunicante (vítima) e começou a ameaçar dizendo para o comunicante parar de ficar fazendo reportagem contra a mulher do mesmo, que se não parasse iria matar o comunicante e ainda, disse que sabe onde fica a fazenda e a empresa do comunicante”, consta no BO.

O marido da secretária Cecília Lorenzon, ligou para a vítima às 23h14 após a veiculação de uma reportagem na TV Band Roraima, onde foi denunciada a situação precária dos serviços da saúde. “Ligou para o comunicante fazendo novas ameaças, que o comunicante resolveu fazer o boletim porque teme pela sua vida e da sua irmã, Vitória Fernandes, que se encontra internada no HGR”, finalizou.

Ameaças

A vítima encaminhou para a reportagem do Portal Alex Braga que mostram as ameaças realizadas por Wilson Fernando Basso. As mensagens foram enviadas pelo aplicativo whatsapp, (95 98119-8496), por volta das 23h13.

“Você é um moleque, fazer isso com a própria irmã, seu me$%da. Fique tranquilo que vamos nos encontrar em Rorainópolis”, disse.

O marido da secretária continuou ameaçando William. “Mas eu sei onde você mora, sua fazenda”, quando a vítima o chamou de “Fernando”, Wilson respondeu “Brother, eu não sei quem é esse Fernando, mas se ele te encontrar, tu tá fudido”.

Nesse momento a vítima revelou para Wilson Basso que já havia ‘printando’ as mensagens, que o mesmo poderia continuar a mandar e apagar. “Garoto esperto. Roraima é pequena, a gente se encontra”, revelou.

Veja os prints da conversa por whatsapp: