Quarta-feira, 29 Maio

A prefeitura municipal de Manacapuru vai pagar mais de R$2 milhões para empresa de arquitetura e engenharia, após um aditivo no contrato que já superava R$ 1 milhão para a prestação de serviço.

Conforme o extrato do 1º termo aditivo de contrato publicado no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas nesta terça-feira (7), a prefeitura de Manacapuru vai pagar um acréscimo de 32,30% (trinta e dois, trinta por cento) sob o valor do contrato primitivo, referente a contratação da HBT ARQUITETURA E ENGENHARIA EIRELLI – CNPJ: 15.631.381/0001-8, empresa de obras e serviços de engenharia, para Reforma e Ampliação do Hospital Lázaro Reis.

O valor global era de R$ 1.774.766,01 (um milhão, setecentos e setenta e quatro mil, setecentos e sessenta e seis reais e um centavo). Com o acréscimo do aditivo, o valor chega a R$ 2.348.015,43.

Serão R$ 573.249,42 (quinhentos e setenta e três mil, duzentos e quarenta e nove e quarenta e dois centavos), mais de meio milhão aditivados ao contrato. A publicação está assinada pelo prefeito do município, Betanael da Silva D’angelo, mais conhecido ‘Beto D’angelo’.