Quinta-feira, 25 Julho

O prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Sousa (União Brasil), vai gastar R$ 1,4 milhão em materiais de informática. O Despacho de Homologação foi publicado na edição desta terça-feira, 28, do Diário Oficial da Associação dos Municípios do Amazonas (AAM), que tem o gestor como presidente .

A licitação na modalidade Pregão Presencial nº 009/2023 – CPL é para registro de preços. O documento foi assinado pelo Chefe do Executivo Municipal no dia 13 de março e informa que todos os prazos impostos pela legislação vigente foram respeitados.

Ao todo, cinco empresas arremataram os itens da licitação que tem por objetivo a “aquisição de material de informática permanente e de consumo”. A maior parte delas tem sede em Manaus. Entre elas, uma de “serviços combinados para apoio a edifícios”, de acordo com a informação consultada no site da Receita Federal. O Extrato diz que o Pregão irá atender as necessidades da Prefeitura de Rio Preto da Eva.

Valores e empresas

O valor de R$ 1 milhão será pago para FM Tech Serviços de manutenção predial Eireli- ME, inscrita no CNPJ nº 36.631.871/0001-50, que arrematou 85 itens do edital. De acordo com o Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral da Receita Federal, a empresa tem sede em Manaus e capital social de R$ 110 mil. A atividade econômica principal é de “serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais”. 

A Prefeitura irá pagar R$ 214,5 mil para Lazaro Eugaly Ramo Junior Eirelis, de CNPJ nº 24.552.516/0001-07, por 22 itens do Pregão. A empresa que tem sede em Manaus e capital social de R$ 250 mil. Conforme o Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral, a atividade econômica principal é de “comércio atacadista de artigos de escritório e de papelaria”. 

A Milena M da Silva Ltda, inscrita no CNPJ sob o nº 24.552.516/0001-07, arrematou 14 itens e receberá da Prefeitura de Rio Preto da Eva o valor de R$ 119,7 mil. Segundo a Receita Federal, empresa também tem sede em Manaus e capital social de R$ 250 mil. A atividade econômica principal é de “comércio atacadista de artigos de escritório e de papelaria”. 

Por 22 itens no edital, a R G Xavier Guimaraes Eireli  vai receber R$ 113,2 mil de Anderson Sousa. O documento mostra o mesmo número de CNPJ da empresa Lazaro Eugaly Ramo Junior Eirelis. 

O menor valor, correspondente a R$ 19,6 mil, será pago para Jose Carlos Gomes da Costa EPP, de CNPJ nº 05.481.242/0001-68. A empresa de Benjamin Constant arrematou 22 itens. Com capital social de R$ 100 mil, a atividade econômica principal é de “comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns”.