Domingo, 26 Maio

Mais quatro indígenas yanomamis morrem em Roraima após a crise sanitária que chocou o Brasil, por mostrar a situação de abandono e insalubre que o povo estava vivendo. A causa da morte foram desnutrição e malária.

Os indígenas estavam recebendo atendimento médico no Hospital Geral de Roraima (HGR), na capital Boa Vista, mas não resistiram. As causas da morte foram malária e desnutrição, os corpos foram encaminhados às comunidades indígenas de origem, para realização das cerimônias de despedidas.

As vítimas são três mulheres entre 45, 49 e 63 anos e também um adolescente de 16, eles estavam internados no HGR, onde fazia um tratamentos mas não resistiram seus corpos foram levados em caixões para a terra Yanomami para que fosse feito ritual de despedida.

As informações sobre as mortes foram divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde de Roraima (Sesau), os corpos do adolescente e da mulher de 49 anos foram levados para as comunidades na região de Surucucu, enquanto os corpos das outras duas vítimas foram levados para Auarís. Ambas comunidades são pertencentes à terra índigena Yanomamis.

Veja a reportagem: