Terça-feira, 28 Maio

O orçamento para o carnaval no município de Caracaraí para o tradicional “Caracaraí Folia 2023” ultrapassou os R$ 800 mil. Porém, a população denuncia o abandono da Prefeitura Municipal, administrada por Dianiery de Souza Coelho.

A equipe de reportagem do Sem Mordaça, recentemente esteve no município mostrando a realidade dos moradores que vivem há décadas em sofrimento, esperando pelo poder público para que os problemas se resolvam, como por exemplo, a falta de pavimentação, drenagem e até limpeza das ruas.

Como se não bastasse a falta de estrutura no bairro Santo Antônio, que é um dos municípios mais antigos de Roraima, outro ponto de reclamações é o setor público de educação. Existe uma escola construída em 1996, onde a única reforma que foi feita até hoje, foram as pinturas nas paredes da Escola Professor José Fernandes.

A unidade escolar é de madeira, velha e deteriorada. As telhas e o piso são completamente inadequados, com várias alturas irregulares, impossibilitando o acesso de crianças cadeirantes. Sem espaço, na biblioteca, os livros ficam expostos no único corredor da escola, em cima de um banco.

Os moradores insatisfeitos denunciaram a situação precária da escola. “Eu tenho três filhos que estuda aqui. Tenho um sobrinho e outras crianças que estão sem estudar. Não tem transporte escolar devido que uma firma depende de uma licitação, né? Todo ano é isso, eles mandam vir reforma, mas não precisamos disso, mas sim de uma escola mesmo, não uma caixa de madeira podre. Não tem banheiro digno, não tem merenda, não tem material didático, não tem farda, todo ano eles passam na nossa casa pedindo a numeração para vir fardamento mas nada”, disse uma mãe.