Quarta-feira, 24 Julho

Se tornou corriqueiro os prefeitos dos municípios do Amazonas multiplicarem seus patrimônios após serem eleitos. Pelo que parece, esta não é a realidade do prefeito de Itamarati, João Campelo (MDB), que afirmou, com exclusividade à nossa equipe, ‘já ser rico bem antes de ser prefeito’. Ocorre que Campelo tem bens milionários não declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), incluindo uma casa, localizada em Manaus, onde o prefeito afirma morar há mais de 30 anos.

Quando foi candidato à prefeitura de Itamarati, em 2020, João Campelo declarou R$ 350 mil em bens, ao TSE. É o que mostra a imagem abaixo.

Fonte: Declaração de bens de Campelo ao TSE

Na declaração de Campelo constam 01 (uma) casa de alvenaria medindo 216.0m², situada na rua Padro Godofredo – S/N, no bairro Centro, em Itamarati. O imóvel está avaliado em R$ 300 mil. Segundo o prefeito, o terreno onde sua casa está situada está avaliado em R$ 30 mil.

Os moradores de Itamarati dizem que a casa é uma das mais caras e luxuosas do município.

Além dessa casa e do terreno, Campelo também declarou possuir R$ 20 mil oriundos de ‘recurso adquirido de forma autônoma’.

Porém, não são somente esses bens dos quais Campelo usufrui junto com sua esposa Professora Áurea, que também é pré-candidata à prefeitura de Eirunepé.

‘A nossa casa é onde a gente está; a nossa casa é em todo lugar’

Além da casa no centro de Itamarati, João Campelo e Professora Áurea também desfrutam de uma outra, localizada na estrada de Itamarati com proporções e design dignos de um rancho de ‘filme americano’. O muro que protege a casa é de se perder de vista.

Gif: Casa de Áurea e Campelo na estrada de Itamarati

Neste imóvel, o prefeito João Campelo costumava criar quelônios, mas deixou de fazê-lo após denúncias de moradores que descobriram o ato criminoso, no ano passado. Segundo eles, Campelo apenas tirou seus quelônios de lá e levou para outro lugar desconhecido, até o momento.

Vídeo: Lago de criação de quelônios na casa de João Campelo

PARQUE 10

Em ligação por telefone celular, Campelo afirmou com exclusividade à nossa equipe que mora há mais de 30 anos em uma casa localizada no bairro Parque 10 de novembro, localizado na zona centro-sul de Manaus.

Nossa equipe apurou e constatou que se trata do mesmo imóvel indicado por Áurea, quando apresentou o contrato falso pra a justiça de Eirunepé, buscando possuir seu domicílio eleitoral na cidade.

Leia mais: Primeira-dama de Itamarati usa contrato falso para enganar justiça e ser candidata em Eirunepé

Foto: Fachada da casa de Campelo e Áurea no Parque 10, em Manaus

MARINA RIO BELO

Não bastasse as duas casas em Itamarati e outra em Manaus, Campelo e Áurea foram audaciosos e adquiriam um terreno avaliado em R$ 600 mil no Residencial Marina Rio Belo, que é um dos residenciais mais luxuosos e caros de Manaus, localizado no bairro Tarumã, zona oeste da cidade.

No território em questão, adquirido pelo casal real de Itamarati, está sendo construído uma casa avaliada em R$ 6 milhões. E como bem disse Campelo, ‘eu já era rico antes de ser prefeito. Meu pai era rico e me deixou herança’.

IATE – A GRINGA

O homem que consegue andar pelas estradas cobertas de barro e lama, de Itamarati, certamente consegue navegar pelas águas dos rios amazônicos. E é exatamente isso que João Campelo e Áurea fazem a bordo do luxuoso iate ‘A Gringa’, avaliado em mais de R$ 3 milhões.

O prefeito é conhecido por passear e levar convidados em sua lancha. Entre eles, está esse cantor de uma banda que afirma o que todos na cidade afirmam: que a lancha é do prefeito João Campelo e da professora Áurea.

POSICIONAMENTO

Nossa equipe entrou em contato com o prefeito e a primeira-dama de Itamarati, mas até o fechamento da reportagem não fomos respondidos por nenhum dos dois. Reiteramos que espaço para esclarecimentos segue aberto.

Jornalista político-investigativo com meia década de carreira.