Quinta-feira, 25 Julho

A Prefeitura do município de Presidente Figueiredo, comanda por Patrícia Lopes (União Brasil), entrou na mira do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) por mau uso dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), referentes ao ano de 2021.

O órgão transformou um Procedimento Preparatório em um Inquérito Civil, que investigará “a malversação dos recursos”, uma vez que os profissionais da educação da cidade não receberam do Executivo Municipal, o pagamento do abono salarial naquele ano.

Com base na publicação, feita pelo MP-AM no último dia 20, a apuração continuará, por meio do inquérito após ter sido verificada a “necessidade prosseguimento das investigações”. O Procedimento Preparatório era o 040.2021.000056 e foi aberto em 2021, após denúncia dos professores junto ao órgão ministerial.

A investigação foi aberta oficialmente no dia 20 de dezembro de 2022 pela Promotora de Justiça, Karla Cristina da Silva Sousa.

Veja na integra