Quinta-feira, 25 Julho

Cumprindo sua promessa ao assumir como ministro da Justiça, Flavio Dino, anunciou nesta quinta-feira, 16, uma intensificação na parceria entre a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) para desvendar o assassinato da vereadora carioca Marielee Franco.

O crime ocorreu em 2018 e também resultou na morte do assessor e motorista de Marielle, Anderson Gomes.

Dino se reuniu com o procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Luciano Mattos, na última quarta-feira, 15, e decidiu que a PF irá atuar junto ao MPRJ na força-tarefa criada para investigar o caso.

Em sua posse no dia 02 de janeiro em Brasília com um discurso em defesa do Estado democrático de direito, Dino afirmou que é uma “questão de honra” solucionar o caso Marielle.