Quarta-feira, 24 Julho

Após sete pedidos encaminhados à Casa, a Assembleia Legislativa de Roraima aceitou nesta terça-feira (2) o pedido protocolado por três adversários do governador cassado, e agora tem 72 horas montar junto às bancadas a Comissão que vai analisar a denúncia.

Denarium foi denunciado por crimes de responsabilidade. Agora, após a definição do colegiado, os membros terão de analisar o parecer, que depois segue para votação no Parlamento estadual. No atual estágio, não há julgamento do mérito, mas apenas se há requisitos para a admissibilidade da denúncia.

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Soldado Sampaio (Republicanos), aceitou a denúncia, que tem 41 páginas e pede a cassação do governador, já condenado três vezes na Justiça a perda do cargo.

“Neste juízo prévio de admissibilidade, não se examina a procedência ou não das denúncias, mas sim a existência de requisitos mínimos formais e materiais e indícios de materialidade e autoria. Não há qualquer condenação prévia”, esclareceu.

O documento é assinado por Rudson Leite, Juraci Escurinho e Fábio Almeida